2 de dezembro de 2006

Pernilla aniversilla

Olá. O meu nome é Língua Morta e você não me conhece de posts como A Quinta, Arnaldo, o comando, I am a potato now ou o igualmente deprimente Língua Cantada. Mas não faz mal.

A sério. O importante é haver harmonia. Ou, à falta dela, concórdia. Agora, passo a falar-vos em nome de todos os bloggers de "Maria Pernilla".

Estamos em condições de anunciar-vos que, precisamente um ano depois do arranque de "Maria Pernilla", os objectivos iniciais desta iniciativa de vincado carácter solidário foram largamente superados, graças a todo os esforços por nós e por vós envidados. Queiram atentar nesta foto, da autoria de zetavares (a quem agradecemos desde já) :



Lembram-se destes três cavalos? Eles estavam votados a uma desumana servidão, quando pertenciam ao Circo Bush: aí eram maltratados, seviciados e psicologicamente humilhados. Só para terem um exemplo, apenas sabiam uns rudimentos da língua portuguesa quando nos tornámos, perante a lei, seus tutores.

Desde aí, num caminho que - não o negamos - teve o seu quê de árduo, conseguimos que estes cavalos recuperassem a sua auto-estima e sentido de pertença à sociedade. Depois, ensinámo-los a ler, escrever, patinar e falar três idiomas: português, inglês e o dialecto da patinagem artística. Finalmente - relembro-vos que todo este processo completa hoje precisamente um ano -, facultámos-lhes um emprego, tornando-os assim cidadãos de pleno direito: actualmente, ministram Oficinas de Movimento e Workshops de Dança Contemporânea. Assim mesmo, com maiúsculas.

Congratulamo-nos em anunciar que estes equídeos estão entre os finalistas nomeados para o Prémio Surya Bonaly deste ano, na categoria "Já sou bom, em breve serei o melhor". À guisa de agradecimento, os cavalos realizaram esta performance, intitulada "Sincronização Celebração", que o zetavares gentilmente registou para a posteridade.

Por tudo isto, resta-me agradecer (voltando a falar em nome próprio) a todos os bloggers de "Maria Pernilla" e aos comentadores deste sítio, já que este feito resulta dos nossos posts e de todos os vossos comentários. Faça uma boa acção por dia: comente no "Maria Pernilla". Apraz-nos comunicar-vos que a nossa labuta foi já alvo de elogios proferidos pel` O Bom Selvagem (entidade certificada pelo Instituto da Qualidade Blogosférica com o número 5638-tc) e pelo Bruno (idem, número 2153-mrt). O Bom Selvagem escreveu: "... esses bloggers loucos do Maria Pernilla..."; já o Bruno afirmou, de olhos marejados, que "Este blogue é a parte esquecida de Deus".


Despedimo-nos por hoje com alguma amizade e com a garantia de que continuaremos a trilhar este caminho; hoje estamos aqui, amanhã quem sabe? E lembrem-se: "Comentar no Maria Pernilla é praticar o bem". O nosso bem-haja a todos vós. Gratos.

6 Comments:

Blogger Zeca Campos usou da palavra

Não me sinto lá muito cavalo, seria mais burro :P
Mas o que gostava mesmo de ser era um golfinho, pá! Isso é que era. É que as gajas "curtem bué" isso dos golfinhos. Dizem que são amorosos.

03 dezembro, 2006 02:54  
Blogger Castanheira Maia usou da palavra

Pernilla aniversilla, muito bem!!
Que seja para continuar, ler faz bem à vista já dizia o Dr. Mocho.

03 dezembro, 2006 02:56  
Blogger Carvalho Reis usou da palavra

Irra, parece que viemos todos ao mesmo.
É sempre positivo quando sobrevivemos mais um ano.

Mas olha lá Ó Pernilla o Deserto também é "cool" e todos nós temos esse direito.

03 dezembro, 2006 03:01  
Blogger Touro Zentado usou da palavra

Boassss!
Sou frequentador muito recente deste blog mas não posso deixar de dizer que é dos poucos, entre os que conheço,que mais que pompa tem polpa... O que é sempre bom!
Um feliz aniversário à Maria e um abraço a Língua Morta!

Visitem: a-carraca-rabejadora.blogspot.com

03 dezembro, 2006 11:20  
Anonymous odeusdamaquina usou da palavra

Na minha Humilíssima qualidade de interveniente do espectro pernilleiro, dou-nos e dou-vos os parabéns pelo 1º aniversário de uma grande falta de vergonha por postar as mais insalubres e loucas palavras desvairadas em prosas, prosódias e poemas por desencantar.
É preciso ter lata para escrever assim! E tenho uma enorme sucata para distribuir!

03 dezembro, 2006 15:04  
Blogger Bel usou da palavra

pois parece que um ano depois a lingua ainda nao se decidiu a passar a fronteira do purgatório.
que continue a purificação.
jinhos

04 dezembro, 2006 20:50  

Enviar um comentário

<< Home