3 de fevereiro de 2011

Vem Comigo

Sabes, no mistério da vida ainda há espaço para a descoberta e o sonho.

Vem! Vem comigo aos confins do universo e picota um gato na perene lua
da paz. Impede por um instante esses temores e anseios rumorejantes.

Sabes, na parca solidão que nos reserva temos ainda lugar na festa da evasão.

Vem! Vem comigo ao princípio dos mapas siderais e desenha uma flor
em botão. Que desabroche no teu corpo as estrelas radiosas.

Sabes, no ofício do mundo ainda há tempo para o genuíno amor.

Vem! Vem comigo ao cerne deste magma quente e traceja o meu rosto
a carvão. Permite que os planetas se alinhem em poses resplandecentes.

2 Comments:

Blogger a saber usou da palavra

se vais por esse caminho que é também o meu serei à toujours um dos teus acompanhantes na alegria do descobrir e saber e no saber do descobrir.

03 fevereiro, 2011 22:16  
Blogger LN usou da palavra

Muito bom este blogue. Parabéns a todos.

04 fevereiro, 2011 23:32  

Enviar um comentário

<< Home