8 de outubro de 2008

Um a deus português!

Mastigar as palavras sorrateiramente
Esconder-se do bulício das horas indesejadas

Partir os dentes numa faca sem gume
Sorver a lassidão dos cumes na tarde fria

Deglutir sem nome o passado cinzento
Colocar a pedra no asfalto da estupidez

No horizonte pejado de silêncio
há afazeres que nos estiolam a vida

Socorro-me dessa massa informe de alimento
que o espírito recorre na sageza da dúvida

Encontro no presente memórias e rugas
de um passado deveras emoldurado

O futuro ao adeus pertence, já que a aspereza
das palavras só sobrevive na tormenta pueril.

3 Comments:

Blogger Cristina usou da palavra

Agora sim voltaste em força:) um grande beijinho da amiga grandolense**

08 outubro, 2008 15:48  
Blogger odeusdamaquina usou da palavra

É preciso beijar a lama dos sentimentos para se chegar à ascese das palavras.
Obrigado e um beijinho!

09 outubro, 2008 18:00  
Blogger Afectos usou da palavra

gosto particularmente do Colocar a pedra no asfalto da estupidez
. do resto nem é preciso dizer o que já é dito.

09 outubro, 2008 20:07  

Enviar um comentário

<< Home