13 de setembro de 2007

Passeando na Orla do Sonho

Espada. Insalubre memória das guerras
O Outono fez-se angústia no mar calmo da madrugada
Um final feliz com ondas de paixão. Uma escada em caracol

No posfácio de um beijo, a modorra do fio do horizonte
Freixo- uma ponte, uma rua mal iluminada, um país- Terra!
Gente anichada na bruma de um rio, névoas de prazer

No porte do teu olhar a escrita, dura e mecânica
Nas mãos um refúgio de carinho, à Cinta um brasão ao sol tisnado:
- El Rei D. Dinis aqui fez cousas nobres e mui valiosas!

E depois partiu! Um sufragado desejo de sucesso
Na melancolia doce do abraço ficou o poeta
em selénicas divagações e um ror de sonhos...

1 Comments:

Blogger al cardoso usou da palavra

Acabamos por partir todos!

Um abraco f-algodrense.

14 setembro, 2007 08:13  

Enviar um comentário

<< Home