30 de setembro de 2007

Bacalhau à Braga!

Porque hoje é domingo, dia do Senhor e da Senhora, um carinho especial pela cidade dos Arcebispos, dos poetas e cantores. Um abraço especial aos Mão Morta e ao Durães, tudo boa gente! Ora cá vai uma "modinha de Braga":
"Até Cair", do 1º àlbum (homónimo) dos Mão Morta
Seduzido pelo rodopio Embriagado de vertigem Os néons ferindo como gritos
Deixo-me possuir pelo frémito da multidão Num desejo de girar sem parar
Até cair... Até cair...
Tudo são sombras difusas Incertezas, especulações sem sentido... (Uma mulher disforme e cara esborratada, insiste para que lhe apalpe os seios flácidos)
Quero mais é o rodopio A lascívia sem fim deste carrocel atroz
Letra: Adolfo Luxúria Canibal/Música: Carlos Fortes

1 Comments:

Anonymous mãomorto usou da palavra

É o meu regresso! E finalmente voltam a falr de mim! Obrigado!
Pode ser que um dia regresse ao MP -Mão Punheteira!

03 outubro, 2007 13:13  

Enviar um comentário

<< Home