16 de fevereiro de 2007

Pastel de Vouzela

Olá companheiros. Venho divulgar um novo blog (já tem 2 meses) de gente que ama a sua terra, a valoriza e a quer ver sempre bonita. Contra os erros urbanisticos, contra o fast-food, a favor dos rios limpos, da beleza serrana, das pedras de encantar, dos pastéis de se babar. Malta Beirã, que ainda sente as raízes a percorrerem-lhes todas as veias. vão ao pasteldevouzela.blogspot.com. Vamos aqui fazer uma coligação entre Tondela-Vouzela-Porto-Barreiro-Açores. Ida e volta, sem passar na casa partida e sem receber 2000 escudos.
É o verdadeiro Monopólio da fantasia, arte, poética deambulatória-visionária efusiva e pasteleira! Como é Carnaval, só vale atirar a primeira pedra! Um belo granito do Caramulo!
Ao trabalho, que se faz tarde. Ó lingua azeda, põe aí este blog no grupo de amigos, está bem?
É que eles prometeram-me uma Vitela assada com arroz de carqueja no Restaurante "Taverna do Lavrador", em Cambra! É que já estou cá com uma fominha! Bom fim-de-semana!

8 Comments:

Blogger mao morto usou da palavra

Pois sim, senhores. Abraços de Língua Entaramelada para aí e para toda a parte, abraços em cadeia, comunhão de vivências, compartilhar (isto também se aplica aos pastéis, claro está). Para as monolíticas terras de Vouzela, Fataunços, etc, etc, sem esquecer - como poderia? - o Monte Cavalo. Acaba de ser estabelecida a ligação multimodal, umbilical e paranormal. Estabelecer-se-á doravante uma troca de fluídos blogosféricos, orgânicos e origâmicos.

E respeitosos cumprimentos ao Pasteleira (Porto). Também fica bem.

16 fevereiro, 2007 17:52  
Blogger odeusdamaquina usou da palavra

Já agora, ao Pastel de Tentúgal, sucedâneo encaramelado do nobre, real, austero, frugal, virginal e doce Pastel de Vouzela, o Verdadeiro, o original!
É a Maria de Lurdes Modesto que o afirma!xau

16 fevereiro, 2007 17:57  
Blogger Zé Bonito usou da palavra

Com todo o respeito pelo de Tentúgal (maravilhosos, os que se comem nas origens e que nada têm que ver com os que se vendem nas áreas de serviço)o folhado o Pastel de Vouzela é imbatível. Obrigado pelo destaque e uma dúzia de pastéis para todos vós.

16 fevereiro, 2007 19:58  
Blogger odeusdamaquina usou da palavra

Estou à espera deles!

Uma dúzia de abraços aos "conterrâneos".

Entre o Vouga e o Zela
perdi-me com ela...

(Isto dava um bom spot publicitário!)

16 fevereiro, 2007 20:24  
Blogger RPM usou da palavra

ó Deus Da Máquina.....

obrigado peo convite, mas em época de Carnaval fantasiei-me de Língua Morta....e fui parar ao meio dos Bailinhos e Danças de carnaval nas Sociedades.....

Um abraço, dos Açores à Comunidade Gastronómica....

RPM

18 fevereiro, 2007 11:46  
Blogger odeusdamaquina usou da palavra

Eu fantasiei-me de Alberto João Jardim! Granda Bailinho da Madeira!

25 fevereiro, 2007 20:14  
Anonymous Anónimo usou da palavra

Este conto é muito bonito não Só por usar as palavras que usa mas também pela forma em que foi escrito.

29 novembro, 2007 11:22  
Anonymous Vitor usou da palavra

O pastel de Vouzela não é superior ao de Tentúgal, nem sei onde foram buscar isso... gosto muito dos dois e tenho onde os comprar fresquinhos, talvez daí a minha opinião...

24 janeiro, 2008 17:09  

Enviar um comentário

<< Home