15 de junho de 2006

performance

alcançou o teatro vindo do jardim situado nas traseiras, munido do bilhete.
estava tudo pronto e o espectáculo podia enfim começar.
o espectador-carrasco tinha diante de si duas pessoas nuas, deitadas de costas, um instrumento de corte semelhante a um serrote e algumas toalhas.
principiou a mutilar os artistas-vítimas, alternadamente, começando por decepar os membros posteriores e passando depois para as mãos, em cortes de cerca de 15 centímetros de perna ou braço de cada vez.
como clientes de um talho escolhendo a carne, os artistas-vítimas apontavam a zona onde pretendiam que o carrasco fizesse a próxima amputação: "aqui, se faz favor".
por vezes tornava-se necessário limpar o instrumento de corte do sangue acumulado, servindo-se para isso das toalhas à disposição.
o sangue não esguichava em grandes jorros, como nos filmes gore; era como a cortar um órgão esponjoso, e o sangue acumulava-se nas zonas de corte.
de quando em vez o espectador-carrasco perguntava aos artistas-vítimas se se sentiam bem: a resposta era afirmativa, eles tinham a atitude vagamante sofredora mas conformada de alguém que se presta a um pequeno sacrifício em prol de algo maior, como os que ficam dias seguidos agarrados a um carro num centro comercial, sabendo que o último ficará com ele.
o carrasco-espectador mantinha-se impassível, com uma frieza clínica, mas depois do quarto ou quinto corte, tomou consciência da dor que estava a infligir aos artistas-vítimas. e despertou, inquieto.

11 Comments:

Blogger vareta usou da palavra

Quem te mandou a ti teres ido ver "O Código Da Vinci"?...

16 junho, 2006 07:12  
Blogger mao morto usou da palavra

E se te disser que não li o livro nem vi o filme?

16 junho, 2006 15:43  
Anonymous oadeusàsarmas usou da palavra

realmente, há pessoal que não percebe nada deste mundo, nem sabe o que é que anda cá a fazer!
Então não se vê logo que isto tem tudo a ver com Brecht em Santa Joana dos matadouros!?
Balha-me deus e o Diabo!!!!

16 junho, 2006 16:52  
Blogger Mata Hari usou da palavra

primeiro fizeste mal em nao ter lido o livro porque ler é sempre importante quanto mais não seja para podermos criticar.

Quanto ao texto só me ocorre:

Este fio corta carne e osso

20 junho, 2006 00:26  
Blogger Marlene Debyane usou da palavra

Também fizeste mal de não teres passado um mês inteiro a comer gomas fluorescentes em forma de melancia daquelas que se vendem no continente, como fez o filho do Cajó quando o pai foi preso, quanto mais não seja para podermos criticar.

Quanto ao texto só me ocorre isso que a Mata Hari disse. É mesmo isso sem tirar nem pôr.

20 junho, 2006 17:32  
Blogger def usou da palavra

Era bom que o texto cortasse um bocadinho de queijo como deve ser para eu fazer uma sande! :)

20 junho, 2006 17:44  
Blogger def usou da palavra

ou fiambre! fiambre é difícil de cortar.

20 junho, 2006 17:44  
Blogger def usou da palavra

fiambre é carne... duh... desculpem!

20 junho, 2006 17:44  
Blogger O Bom Selvagem usou da palavra

língua morta, que não tendes e-mail disponível e à vista para que seus fãs entrem em contacto consigo.

ó faxavôr é mandar mail para
tascadacultura@yahoo.com

parece que não querem fan mail... mania que são artistas indie... os pavement editaram o crooked rain crooked rain pela atlantic records e tiveram vergonha de serem associados ao main stream, tipo gajos íntegros. Mas deviam ter mail, pelo menos, porque senão, por que raio é que se faz um blogue???

23 junho, 2006 22:29  
Blogger mao morto usou da palavra

mariapernilla@yahoo.com

Já tivemos este mail, mas ninguém nos ligou peva! Por isso, somos indie... por contingência. É só low-profilices...

24 junho, 2006 13:54  
Blogger al cardoso usou da palavra

Quem nao despertaria com uma cena dessas.

27 junho, 2006 00:06  

Enviar um comentário

<< Home